Domingo, 14 de Julho de 2024
17°

Tempo nublado

Balneário Piçarras, SC

Segurança Penha

Homem é condenado a quase 11 anos de reclusão por tentativa de homicídio em Penha

Comarca de Penha realizou o primeiro júri popular desde implantação em agosto de 2022. O réu foi condenado a quase 11 anos de reclusão por tentativa de homicídio.

03/07/2024 às 16h54
Por: Redação
Compartilhe:
O Promotor de Justiça Rene José Anderle representou o MPSC no Tribunal do Júri por meio da 2ª Promotoria de Justiça da comarca de Penha.
O Promotor de Justiça Rene José Anderle representou o MPSC no Tribunal do Júri por meio da 2ª Promotoria de Justiça da comarca de Penha.

Pela primeira vez moradores de Penha formaram um Conselho de Sentença, no primeiro júri popular realizado na comarca após a implantação. Os sete jurados acolheram a tese do Promotor de Justiça Rene José Anderle para condenar o réu. Ele foi sentenciado por tentativa de homicídio qualificado como motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima, razão pela qual recebeu a pena de 10 anos e 10 meses de reclusão em regime fechado.  O julgamento ocorreu ontem (02). Ao réu, que já está preso, foi negado o direito de recorrer da sentença em liberdade.

Continua após a publicidade
Anúncio

O caso

Continua após a publicidade
Anúncio

Conforme a denúncia do MPSC, o crime ocorreu no dia 23 de agosto do ano passado, no bairro Santa Lídia, em Penha. Passava de 13h quando o condenado entrou na residência onde a vítima morava e aproveitou o momento em que o homem estava dormindo para desferir golpes de faca.

A vítima conseguiu escapar com a ajuda de sua mãe, que intercedeu na tentativa de homicídio. O réu fugiu do local, mas na sequência voltou a residência e teria ameaçado a mãe da vítima.O réu foi preso na tarde do dia 23 de agosto de 2023, em uma ação das Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, na BR-101 em Araquari.

Motivação do crime

O autor das facadas tinha desavenças com a vítima, foi até sua residência na Rua José Manoel de Souza, em Santa Lídia, esfaqueou e fugiu em seguida sentido BR-101.

Na BR 101, já na em Araquari ele foi visto pelos policiais e abordado. Após busca no veículo que ele estava foi encontrada a arma do crime. O autor das facadas havia sido despejado da casa em que estava hospedado por falta de pagamento. Ele foi até ao local para atacar o proprietário, mas cometeu o crime contra o filho do proprietário do imóvel.

Na época a vítima foi atendida pelos Bombeiros Militares, levada ao Pronto Atendimento e imediatamente encaminhada ao Marieta Konder Bornhausen.

Momento histórico da Comarca de Penha

Esse também é um momento histórico para o Ministério Público catarinense. O Promotor de Justiça Rene José Anderle representou o MPSC no Tribunal do Júri por meio da 2ª Promotoria de Justiça da comarca, que foi instalada em 15 de fevereiro deste ano.

"Hoje é um momento histórico para a comarca, para a cidade que faz a sua primeira sessão plenária, e felizmente o Conselho de Sentença acolheu as teses ministeriais e com justiça condenou o acusado às penas do homicídio tentado, como duas qualificadoras. É uma mensagem que a comunidade de Penha recebe de que esses atos como os que foram a julgamento não serão tolerados", relata o Promotor de Justiça Rene José Anderle.

Atuação do MPSC em Penha

Penha foi elevada à categoria de comarca em agosto de 2022. Em novembro do mesmo ano, foi implantada a 1ª Promotoria de Justiça para atender a comunidade. Com o crescimento populacional do município, que segundo o Censo 2022 do IBGE aponta 33.663 habitantes, o que pode superar a marca de 200 mil pessoas na alta temporada de verão, o MPSC resolveu instalar em fevereiro de 2024 a 2ª Promotoria de Justiça, para ampliar os serviços à sociedade penhense. 

A 2ª Promotoria de Justiça de Penha tem atribuições nas áreas criminal comum; do Tribunal do Júri; da violência doméstica e familiar contra a mulher; nos efeitos relativos aos crimes contra criança e adolescente; no Juizado Especial Criminal; no controle da constitucionalidade; da ordem tributária; do controle externo da a atividade policial; da tutela difusa da segurança pública, da execução penal e da moralidade administrativa.  

"É um volume de trabalho bastante significativo, que vai ser enfrentado de uma forma muito mais adequada pelo Ministério Público catarinense", enfatizou o Procurador-Geral de Justiça, Fábio de Souza Trajano, à época da instalação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Penha - SC
Penha - SC
Sobre o município
Balneário Piçarras, SC Atualizado às 20h01 - Fonte: ClimaTempo
17°
Tempo nublado

Mín. 15° Máx. 16°

Seg 17°C 15°C
Ter 18°C 14°C
Qua 22°C 15°C
Qui 17°C 14°C
Sex 21°C 15°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes